XXII Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros
De 15 a 30 de julho de 2022
É tempo de aquilombar-se!

Notícias

Elemento surpresa do grupo Tambores do Tocantins incendeia palco do Encontro de Culturas

Por Magali Colonetti | Foto: Mariana Florêncio, em 31/07/22

De um projeto social para um grupo musical profissional. Esse foi o caminhar do Tambores de Tocantins. O projeto que nasceu de um desejo do arte-educador e musicista Márcio Bello, tem sede no Tocantins e tem como missão a valorização dos ritmos tradicionais e da formação musical como perspectiva para crianças e jovens. 

 

Quase não se lembram quando foi a estreia do grupo no Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, mas o que sabem é que já faz tempo. Os jovens e adultos que se apresentaram no palco "já conhecem as cachoeiras da Chapada de cabo a rabo", explicaram. Vindos desde muito pequenos, fizeram amizades e  inúmeras trocas com o projeto Turma Que Faz, projeto social desenvolvido na Vila de São Jorge pela arte-educadora Doroty Marques.

No palco trazem as forças dos tambores e dos instrumentos de sopro.  No palco, fizeram todos dançarem com sua apresentação no XXII Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. Os tambores ecoaram os mais variados ritmos mostrando a potência de sua música. Uma das cantadas no show foi "Dia de Índio" em uma homenagem do grupo aos povos originários que fizeram a primeira parte do Encontro na Aldeia Multiétnica. São eles os Fulni-ô, Kariri-Xocó, Kayapó Mebengokrê, Krahô Mehím, Guarani Mybá, Alto Xingu, Xavante e Katukina.  

 

Apesar do poder musical do grupo, a presença de Miguel tomou a atenção de todos. Quem foi ao show pode se encantar com Miguel, de seis anos, que no palco também tocava seu tambor. Filho de um dos integrantes do grupo, ele dançava, beijava a baqueta, ou a escondia, e fazia sua música. Uma presença festejada pelo grupo por ser uma das garantias da continuidade do projeto e também do grupo