XXII Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros
De 15 a 30 de julho de 2022
É tempo de aquilombar-se!

Notícias

Anelis Assumpção e Curumim trouxeram seu show intimista ao Encontro de Culturas

Por Magali Colonetti | Foto: Allyne Laís, em 30/07/22

O encontro de Anelis Assumpção e Luciano Nakata Albuquerque, o Curumim, aconteceu há 18 anos. Um dos resultados dele foi o casamento e o mais recente é o show "Eu canto com ele, e ele me canta" que saiu de dentro da casa deles para diversos palcos do país chegando ao palco principal do XXII Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. 

O show foi criado depois das lives que o casal fez durante a pandemia. Eles dividiram a cantoria com os ruídos da rua, com os filhos, bichos e plantas. Na versão para o palco, os dois dividem com a baixista Ana Ferreira. O clima intimista continua nessa versão dos palcos e a sintonia dos dois é compartilhada em cada canção. Na ordem das músicas, Anelis começou com uma das suas, depois foi Curumim e assim eles seguiram. Já o público aproveitou o intervalo entre as músicas para cantar parabéns para o Curumim, o aniversariante deste 28 de julho. 

"É uma emoção muito grande depois da pandemia poder sair e tocar. Vir para um lugar tão longe de casa", disse Anelis. Ela também agradeceu a continuidade de um festival como esse. "Obrigada pela insistência e pelo convite", concluiu. 

Sobre Anelis Assumpção e Curumim

Anelis Assumpção é uma cantora e compositora brasileira que mistura em seu trabalho vocais sensuais e arranjos irreverentes, pitadas de dub, afrobeat e grooves brasileiros. Filha do falecido cantor e compositor Itamar Assumpção, representa o espírito livre de amarras da vanguarda da música de São Paulo. Ao lado de Anelis, Curumim é baterista, compositor, cantor, com formação musical que se inicia com violão e segue com estudos de bateria, percussão e cavaquinho. Curumim traz para suas produções elementos de hip hop, funk, jazz, bossa nova e samba. Ele é considerado um dos principais representantes da nova geração de compositores da cidade de São Paulo, da década de 2000, ao lado de Romulo Fróes, Céu, Leo Cavalcanti, Kiko Dinucci e Tulipa Ruiz.