XXII Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros
De 15 a 30 de julho de 2022
É tempo de aquilombar-se!

Notícias

ENTENDA COMO VAI ACONTECER A XIV ALDEIA MULTIÉTNICA

Por Redação, em 12/07/22

Depois de dois anos de pandemia, a XIV Aldeia Multiétnica retoma sua vivência presencial nesta semana e a expectativa não poderia ser maior em torno do nosso reencontro! 


Abaixo, informações que você precisa saber sobre essa experiência de imersão com os povos indígenas na Chapada dos Veadeiros.

 

Lembrando: a programação oficial é fechada apenas no dia 15 de julho, quando as delegações indígenas chegam na Aldeia e se reúnem presencialmente para definir como a vivência acontecerá - uma dinâmica tradicional da Aldeia. Divulgamos no próprio dia 15, no fim da tarde, ou então no dia 16 pela manhã. 

 

O tema

 

Em 2022, nossas discussões serão em torno do tema “Territórios Etnoeducativos”, com uma extensa programação de rodas de conversa, oficinas, palestras e apresentações. Vanessa Louise é professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará e estará na coordenação geral da atividade de grupos de trabalho que discutirão o tema durante a semana. A programação pode ser visualizada AQUI. 

 

É tempo de atentar-se para as distintas produções culturais e criar espaços de diálogos que reconheçam a cosmovisão dos povos indígenas, assim como sua importância para a superação dos impasses e a potencialização dos modos sustentáveis de vida. 

 

Quem participa

 

O evento contará com a participação dos povos Fulni-ô (PE), Guarani Mbyá (SP/SC), Kayapó/Mebêngôkré (PA), Kariri Xocó (AL/DF), Xavante (MT), Krahô (TO) e dos povos do Alto Xingu (MT). O povo Kariri Xocó finalizará a construção de sua casa tradicional, a oitava casa da Aldeia, que será inaugurada nesta semana da vivência. Uma outra novidade é a presença de três representantes do povo Katukina (AC).

 

Como funciona

 

Cada etnia fica responsável 24 horas pela apresentação de uma festa tradicional de suas culturas com a realização de rituais e todas as atividades que giram em torno da festa. Preparação de alimentos e adornos, esportes e demais rituais. No primeiro dia de evento os grupos participantes se reúnem em um conselho de lideranças e definem o dia de cada etnia. É a partir dessa reunião que as decisões são tomadas e as atividades começam. 

 

Orquestra Multiétnica

 

Na programação deste ano teremos novamente a produção coletiva de uma Orquestra Multiétnica! Projeto iniciado em 2019 com experimentações musicais que resultaram clipes e um filme, com a regência de Renata Amaral e produção musical, gravação e mixagem de André Magalhães. 

 

Em 2022, a Orquestra reunirá jovens artistas indígenas. Um estúdio profissional foi montado na Aldeia Multiétnica para gravação da Orquestra e também para outros artistas e grupos que se interessarem em gravar suas músicas.



Arte por toda parte

 

O artista plástico Jhon Bermond participa este ano reunindo artistas indígenas para a concepção e pintura coletiva do muro da Cobra Grande, obra de arte da Aldeia Multiétnica criada em 2019. Serão feitas ilustrações orgânicas com tintas naturais retratando as músicas tradicionais baseadas nos mitos de origem de cada povo presente na vivência, por meio de um trabalho de pesquisa e inspiração com base no conteúdo a ser gravado no estúdio.

 

Telescópio Itinerante

 

Durante a noite, a Aldeia Multiétnica se torna um grande painel da ciência das estrelas e da cosmologia dos povos participantes. Quem participar da vivência na Aldeia Multiétnica terá a oportunidade de ter uma linda experiência com o céu. 

 

O projeto Telescópio Itinerante tem como objetivo a popularização da astronomia, o reconhecimento do céu noturno e das astrofotografias. Aqui nos encontraremos com o céu, com os astros e com as histórias dos povos originários sobre eles. 

 

Tenda da Saúde 

 

A Tenda da Saúde é uma ação tradicional dentro da programação da Aldeia Multiétnica para atendimento interno dos indígenas, troca de saberes e a realização de atendimentos holísticos e de aplicação de medicinas tradicionais dos povos originários e do mundo. A Secretaria de Saúde de Alto Paraíso de Goiás apoiou a Aldeia Multiétnica com medicações que serão utilizadas, conforme necessidade, pelas médicas nos atendimentos.



Comunicação

 

Com uma equipe composta de comunicadores indígenas e não indígenas, a comunicação deste ano na Aldeia Multiétnica traz a pauta “Territórios são pessoas!”. Vamos registrar todos os indígenas, convidados, equipe e participantes da nossa 14ª edição. Elas são os territórios que precisam ser preservados.

 

Cada pessoa é a representação do lugar de onde vive e é isso que será registrado pela equipe de comunicação da XIV Aldeia Multiétnica. Entre os profissionais estão os cineastas Bepunu Kayapó, Kamikia Kisedje e o influenciador José Neto, do povo Kaeté, Tupinambá. 

 

A visitação na Aldeia Multiétnica

 

De 16 a 22 de julho, a visita está aberta ao público não-participante da vivência com entrada a partir das 14h e saída às 18h - sendo que o ingresso também inclui o acesso durante a manhã (a partir das 8h) às cachoeiras Almécegas I e Almécegas II, por meio de um circuito de trilhas bem especial do nosso espaço.

 

Aproveite para comprar os ingressos promocionais antecipados no Sympla AQUI (https://www.sympla.com.br/aldeia-multietnica-2022---visitacao__1634167) até o dia 14 de julho - R$ 60 (turista) e R$ 30 (moradores, mediante apresentação de comprovante na entrada). A partir do dia 15 de julho os ingressos poderão ser comprados durante a semana da Aldeia Multiétnica, na portaria ou na loja da Aldeia Multiétnica em Alto Paraíso (na avenida principal, em frente ao CAT - Centro de Atendimento ao Turista), a R$ 80 (turistas) e R$ 40 (moradores mediante apresentação de comprovante na portaria/entrada).