XX Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros
De 25 de Julho a 23 de Agosto de 2020

Programação de Rodas de Prosa

Em 2020, o Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros celebra 20 anos e pela primeira vez não reuniremos todo o povo no chão de terra batida da vila de São Jorge para celebrar, sonhar e construir nossos sonhos de país.

O Encontro deste ano é um encontro de necessidades e urgências. Vivemos um momento decisivo para os povos do Brasil profundo e a cultura tem um papel fundamental no enfrentamento desta realidade não tão grata destes tempos. A Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge acredita que é urgente pensarmos em respostas coletivas para as demandas dos povos originários e comunidades tradicionais do Brasil. 

A crise sanitária que vivemos hoje é algo antigo nos territórios dos grupos que se encontraram aqui com a gente ao longo destes 20 anos. Denunciamos isso em cada apresentação, verso, oração e nas tantas rodas de prosa que realizamos com agentes públicos, autoridades, parlamentares, pesquisadores, lideranças e comunidade em geral.

Seguimos assim: “assuntando prosa” para conseguirmos construir juntos políticas públicas voltadas aos povos originários e comunidades tradicionais em nível local e nacional. 

Em 2020 discutiremos arte, cultura, educação, saúde e desenvolvimento, pois acreditamos fielmente no compromisso com o Brasil que os artistas, fazedores de arte, produtores culturais, povos originários e comunidades tradicionais possuem. Continuaremos a construir pontes capazes de derrubar tudo que nos impede de ser maiores, mais fortes, saudáveis, diferentes e felizes. 

“É hora de juntar os cantadô, os produtô, os mestre e os dotô. É pelo Brasil de todos os povos!”

27 DE JULHO
EU SOZINHO RIMO BEM, MAS COM VOCÊS RIMO MELHOR: cantando, encantando e construindo o Brasil

As rimas dos cirandeiros, cancioneiros e versos dos repentes são algumas das belezas de nosso povo. O Encontro de Culturas sempre recebeu muitos cantadores, poetas, repentistas e todo esse povo que faz das rimas discurso dos novos tempos. Nesta roda de prosa, vamos receber alguns desses artistas para discutir o Brasil e celebrar os 20 anos de Encontros.

Horário: 17h
Link para inscrição: https://www.sympla.com.br/ectcv-20-anos-roda-de-prosa-eu-sozinho-rimo-bem-mas-com-voces-rimo-melhor__919964

Participam: 
- Adiel Luna
- Mestre Bule-Bule
- Mestre Assis Calixto (Coco Raízes de Arcoverde)
- Lia de Itamaracá
- Severina Baracho


29 DE JULHO
LEI ALDIR BLANC : CULTURA EM PROSA

No Brasil, a pandemia do Covid-19 atingiu profundamente as comunidades tradicionais e povos originários. Sobretudo porque a realidade destes grupos, no que diz respeito a acesso à saúde, saneamento, educação e outras tantas questões, já não eram satisfatórias antes da pandemia. Com a crise sanitária que vivenciamos, o descaso do poder público em dar respostas eficientes a estes problemas acaba sendo fatal. Neste cenário também temos os artistas e artesãos indígenas que atuam com a arte e a cultura como atividades bases de sua economia, os foliões e tantos outros grupos de cultura popular. Como a Lei Aldir Blanc pode dar respostas às demandas destes grupos?

Horário: 17h 
Link para inscrição: https://www.sympla.com.br/ectcv-20-anos-roda-de-prosa-lei-de-emergencia-cultural__920055

Participam:
- Célio Turino (SP) - Historiador, escritor e gestor de políticas públicas. Idealizador dos Pontos de Cultura e semeador do Bem Viver
- Décio Coutinho (GO) - Gestor cultural especialista em gestão de projetos e comunidades em economia criativa e cidades criativas
- Adriano Baldy (GO) - Secretário de Cultura do Estado de Goiás
- Juliano Basso (GO) - Presidente da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge
- Juca Ferreira (SP)- Sociólogo, duas vezes Ministro da Cultura, ex-Secretário de Cultura de São Paulo e de Belo Horizonte. Duas vezes vereador e Secretário de Meio Ambiente em Salvador. Embaixador especial da Secretaria Geral Ibero-Americana.
- Chris Ramirez - Assessora da Presidência da Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados
- Sandro Di Lima - Diretor Geral do campus da Cidade de Goiás do IFG


03 DE AGOSTO
TRADIÇÃO, JUVENTUDES E EDUCAÇÃO: 20 anos de encontros em favor da manutenção dos saberes e da vida dos povos e comunidades originárias do Brasil

Uma educação diferenciada e de qualidade aos povos e comunidades tradicionais do Brasil é uma das pautas permanentes do Encontro de Culturas. Acreditamos que para a construção de uma sociedade mais justa e forte, é preciso reconhecer a sabedoria e as tecnologias sociais dos povos tradicionais na construção de uma escola que possibilite aos jovens das centenas de povos do Brasil, conquistarem, com igualdade de oportunidades, seus objetivos. Objetivos que podem ou não estarem ligados à educação formal e ao mercado de trabalho, mas sobretudo que a cultura e as tradições destes grupos sejam compreendidas como potência para o desenvolvimento do Brasil. Para isso é importante que tenhamos em mente a situação da juventude brasileira nos mais diversos aspectos em tempos de pandemia. Assim podemos pensar em caminhos que nos façam avançar na construção de uma sociedade antirracista e saudável. 

Horário: 17h   
Link para inscrição: https://www.sympla.com.br/ectcv-20-anos-roda-de-prosa--tradicao-juventudes-e-educacao__919981

Participam:
- Chirley Pankará (Educadora, escritora e Co-Deputada do Psol em SP)
- Lúcia Alberta Baré (Mestre em Educação-  AM)
- Douglas Belchior (Criador da UNEafro -  SP)
- Liane Preuss (Turma Que Faz - GO)
- Zica Pires (Liderança jovem do Quilombo de Santa Rosa dos Pretos - MA)
- Marcus Barão (Conselho Nacional de Juventude, Presidente do Fórum da Comunidade dos Países de Lígua Portuguesa)
- Indianara Guarani Kaiowá (Enfermeira e membro do Coletivo de Jovens Guarani Kaiowá)
- Tsitsina Xavante (Defensora de Direitos Humanos a Povos Indígenas, integra a iniciativa Voz das Mulheres Indígenas e é membra do Grupo Assessor da Sociedade Civil Brasil da ONU Mulheres)


05 DE AGOSTO
A CHAPADA DOS ENCONTROS: o pós pandemia, o desenvolvimento econômico da região junto ao turismo e a importância da preservação ambiental

Horário: 18h 
Link para inscrição: https://www.sympla.com.br/ectcv-20-anos-roda-de-prosa---a-chapada-dos-encontros__920002

Participam:
- Ivan Anjo Diniz (Chapada Solidária)
- Deputado Estadual Antônio Gomide
- Claudio da Silva Junior - Associação Cerrado de Pé
- Téia Avelino (Liderança da Vila de São Jorge)
- Deputado Estadual Virmondes Cruvinel
- Juliano Basso (Presidente Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge)
- Murillo Aleixo (Presidente ASJOR - Associação Comunitária da Vila de São Jorge)


10 DE AGOSTO
Produzindo música e cultura nas ausências!

Nos últimos meses, o avanço da pandemia atingiu profundamente os produtores culturais, artistas e fazedores de arte. Isso, no entanto, não interrompeu a produção e o consumo no setor. Ainda que de outras formas, os artistas seguem produzindo. Como tem sido esse período para a produção cultural de grupos de cultura popular e tradicional? 

Horário: 17h 

Link para inscrição: https://www.sympla.com.br/ectcv-20-anos-roda-de-prosa---produzindo-musica-e-cultura-nas-ausencias__920005

Participam:

Gabriel Levy 
Magda Pucci 
Renatta Mattar 
Renata Amaral
Maciel Salú
Rute Pajeú


12 DE AGOSTO
DIA NACIONAL DAS ARTES: Fortalecendo o comércio dos povos originários e o consumo dos produtos da sociobiodiversidade

Com a pandemia do COVID-19, a circulação dos artesãos, comerciantes tradicionais e tantos outros produtores do Brasil profundo foi suspensa. Isso afetou de maneira significativa a vida destes povos. Como construir alternativas nas redes para a manutenção da fruição dos produtos e da geração de renda. 

Horário: 17h
Link para inscrição: https://www.sympla.com.br/ectcv-20-anos-roda-de-prosa----dia-nacional-das-artes__920020

Mediação:
- Denilson Baniwa - Artista, curador, designer, ilustrador, comunicador e ativista dos direitos indígenas - SP

Participam:

- Cleber Oliveira - Biólogo, Consultor Ambiental e Indigenista fundador da Habitat Socioambiental e coordenador da Tamã.
- Marcelo Rosenbaum - Designer, fundador da Rosenbaum Arquitetura e Design e do instituto A Gente Transforma. 
-  Davi Terene - Gerente do Memoria dos Povos Indígenas 


17 DE AGOSTO
DIA DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO: A cultura popular, seus mestres  e a universidade nos 20 anos de Encontro de Culturas Tradicionais

A Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge acredita que o povo brasileiro possui mestres que são museus vivos e que merecem ser reconhecidos e valorizados em vida. Por este motivo, nestes 20 anos, sempre tratamos nossos convidados como uma rica fonte de saber.

É este sentimento que garantiu que o evento fosse reconhecido como o maior do país na discussão de políticas públicas em favor dos povos do Brasil e na valorização de suas festas, tradições e tecnologias sociais. Em 2010/2011, a Casa de Cultura obteve recursos do Programa Goyazes, do Governo do Estado de Goiás, para implementar o Projeto “Encontroteca”, um Museu Digital que reuniu o acervo dos 10 anos do Encontro de Culturas. Mais tarde, em 2014, com o apoio do edital Pontos de Memória, do Instituto Brasileiro de Museus, a instituição continuou o trabalho com o acervo produzido, além de ser reconhecido como ponto de memória brasileira. Em 2019, a Aldeia Multiétnica, um braço do Encontro de Culturas Tradicionais também foi reconhecida com o Edital de Dinamização de Espaços Culturais do FAC (Fundo de Arte de Cultura de Goiás), com o projeto “Aldeia Multiétnica: espaço de exposições permanente”. 

Com a pandemia, temos perdido inúmeros mestres da cultura popular e estas sabedorias muitas vezes partem sem deixar registros para as gerações futuras. Isso tudo corrobora e reforça a nossa ideia de que precisamos cuidar das pessoas, as verdadeiras fontes de conhecimento e construção do saber. Para tanto, queremos construir com as universidades, os museus e o Estado os caminhos para que o saber destes povos seja acessado e valorizado. 

Horário: 17h
Link para inscrição: https://www.sympla.com.br/ectcv-20-anos-roda-de-prosa---dia-do-patrimonio-historico__920029

Mediação:
Marise Barbosa

Participam:

- Shirley Krenak (Jornalista e publicitária, atua na defesa dos direitos indígenas e dos rios sagrados contra a mineração. É escritora e coordenadora pedagógica de cursos de extensão voltada para a história indígena do Brasil, desenvolvido em parceria com Núcleo de Agroecologia da Universidade Federal de Juiz de Fora – Campus Governador Valadares) - (MG)
- Fernando Schiavini (Indigenista e parceiro da Aldeia Multiétnica - TO)
- Solange Ferraz (Historiadora, professora do Departamento de História na Universidade de São Paulo e diretora do Museu Paulista de 2016 a 2020)
-Patrícia Sueza (Publicitária pós-graduada em Arte Integrativa e em Gestão de Projetos Culturais. Autora de livro sobre o Encontro de Culturas - SP)
- Augusto Almeida (Coordenador de Cultura da Pró Reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis da Universidade Estadual de Goiás - UEG)
- Flávia Cruvinel (Membro da diretoria da International Society for Music Education, representando a América Latina e Pró-Reitora Adjunta de Extensão e Cultura/Diretora de Cultura da UFG)
- Lucilene dos Santos Rosa ( 
Quilombola Kalunga, graduada em turismo e pós-graduada em história da cultura afro-brasileira e assessora parlamentar da câmara municipal de Goiânia )