Programação

22/07/2017

9h - Oficina Preparação do Império Kalunga (Local: Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge)

14h 30 - Abertura do Encontro Quilombola com a roda de prosa “As tecnologias sociais dos povos tradicionais a serviço da preservação do Cerrado e das Águas” (Local: Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge)

Esta roda de prosa tem o intuito de apresentar as dinâmicas das comunidades tradicionais na preservação do cerrado e das águas com foco especial para a comunidade do Sítio Histórico Kalunga e os povos da Chapada dos Veadeiros.  

Mediador: Altair Sales Barbosa / Doutor em Antropologia / Arqueologia pela SMITHSONIAN INSTITUTION de WASHINGTON D.C. Estados Unidos 

17h - Folia do Divino (Comunidade Kalunga)

20h - Procissão com candeias (Comunidade Kalunga)

21h - Hasteamento do Mastro do Divino Espírito Santo (Comunidade Kalunga)

21h30 - Sussa Kalunga com Beirão (Local: Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge)

23/07/2017

08h - Oficina de Identificação de Plantas do Cerrado com Seu Adelídio - Parque (Local: Saída na Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge)

14h - Oficina de Sussa para crianças, com Grupo de Sussa Infantil da Wanderleia (Local: Kabana Turma que Faz)

15h - Oficina de Danças Populares Brasileiras com Amanda Cristina e Bianca Bazo (Local: Praça do Artesão)

16h - Império Kalunga

19h - Desfile com a Tuya Kalunga (Grife da Maria Clara) 


24/07/2017

10h - Roda de Prosa “As potências dos produtos do cerrado e a importância da elaboração de Projetos Extrativistas Sustentáveis dos povos do Cerrado” (Local: Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge)

A comunidade do Sítio Histórico Kalunga tem uma gama de frutos com potencial de mercado. Estes produtos muitas vezes não conseguem ser destinados de forma eficiente a garantir a sustentabilidade da comunidade, seja pela distância de seus territórios em relação aos grandes centros urbanas ou pela inabilidade com as dinâmicas de mercado que exigem do produtores e atravessadores estratégias de marketing cada vez mais apuradas. No entanto, a forma de cultivo e extração desses produtos prova o quanto esses grupos possuem práticas adiantadas e corretas ambientalmente. No caso da produção orgânica, a elaboração e execução de Projetos Extrativistas Sustentáveis Orgânicos representa um dos grandes desafios na gestão dos recursos naturais e uma estratégia fundamental para promover a conservação da biodiversidade e a valorização mercadológica, social e ambiental dos produtos oriundos do extrativismo. Esta roda de prosa girará em torno da potencialidade dos produtos da comunidade do Sítio Histórico Kalunga e da apresentação do projeto Origens Brasil como norte para as ações referentes ás comunidades do Sítio Histórico Kalunga. 

1. Helga Yamaki / Ima Flora - Projeto Origens Brasil 

2. Vilmar de Souza Costa / Presidente da Associação Quilombola Kalunga 

3. Décio Coutinho / Sebrae

4. Cláudio Martins / Bossapac

5. Sandro di Lima / Pró Reitor de Extensão e Cultura do Instituto Federal de  Goiás

11h30 - Palestra: Economia Criativa Solidária: Uma estratégia para o território com Décio Coutinho / Consultor do Sebrae (Local: Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge)

15h - Oficina de Danças Populares Brasileiras com Amanda Cristina e Bianca Bazo (Local: Praça do Artesão)



25/07/2017

Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha

 

10h – Encontro  “As mulheres negras na história”

com Janira Sodré / Coordenadora do Negra. Núcleo de Estudos Etnicorraciais,  Gênero e Africanidades e Membro da Comissão de Políticas de Igualdade Etnicorracial do IFG – Instituto Federal de Goiás e Associação de Mulheres Quilombolas de Monte Alegre. (Local: Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge)

26/07/2017

10h - Roda de prosa “A ampliação do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e as potencialidades desta nova realidade ás comunidades tradicionais da região” (Local: Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge)

Em junho o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi ampliado de 65 mil para 240 mil hectares. De acordo com estudos feitos pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a expansão vai proteger 17 espécies da flora e 32 espécies da fauna ameaçadas de extinção, além de favorecer o turismo na área. Esta roda de prosa abordará as potencialidades da região e os caminhos para que este processo inclua de forma positiva e atenta a comunidade do Sítio Histórico Kalunga.