Oficina - 27/07/2010

Instrumentos de bambu: Percussão sustentável

Oficina mostra como confeccionar instrumentos de percussão utilizando o bambu como matéria-prima

por Giovanna Beltrão

Foto: Anne Vilela

Oficina de Construção de Instrumentos de Bambu

Construir instrumentos de percussão utilizando matéria-prima renovável, foi essa a proposta da Oficina de Construção de Instrumentos de Bambu, ministrada por membros da Alma Percussão, uma mini-fábrica goianiense que utiliza métodos artesanais na produção de instrumentos percussivos.

Os oficineiros Alexandre Moraes, Rodrigo Mota e Marco Aurélio Borges, que também é percussionista do grupo Umbando, ensinaram a confeccionar bongôs, cuícas e paus de chuva. Em relação ao uso do bambu como matéria prima para a construção dos instrumentos, Alexandre explicou: "O fato de o bambu já ser oco, facilita bastante o trabalho. Entre outras coisas, ele é uma fonte de matéria-prima renovável, se o manuseio for feito corretamente é possível produzir o quanto precisar e nunca vai faltar".

"Têm outros fatores também, o fato de ele ter uma espessura legal faz com que a peça fique com uma acústica muito interessante. Então, tudo somou pra que virasse um instrumento", continuou Rodrigo. O bambu também é um meio de produção artesanal de baixo custo. De acordo com Alexandre, o custo de confecção de um bongô no tamanho profissional, gira em torno de 15 reais. Para vender, o valor do instrumento pode subir para 100 reais dependendo da qualidade do instrumento e do som que ele faz.

O grupo de artesãos pretende realizar mais uma oficina na Vila de São Jorge. "Depois do Encontro, queremos fazer um trabalho com as crianças da comunidade, para ensinar o reaproveitamento de materiais na construção de instrumentos. Queremos ensiná-los a fazer tamborins com a cobertura de garrafa pet ao invés de couro", diz Rodrigo. Para Alexandre, as oficinas que eles vêm realizando têm tido saldo positivo. "É uma oficina fácil, mas que exige paciência. É uma atividade que dá muito certo. Crianças a partir de 10 anos já podem começar a fazer", completou.

Aprenda confeccionar o Pau de Chuva:

Foto: Anne Vilela

Aluna na Oficina confeccionando o pau de chuva

Materiais:

- Pedaço de Bambu de jardim, de cerca de 90 cm de comprimento e 2 polegadas de diâmetro;
- Furadeira;
- Lápis;
- Espetinhos de bambu;
- Estilete;
- Dois pedaços de cortiça, com 2 polegadas de diâmetro;
- Pedrinhas e/ou sementes.

Modo de fazer:

1) Desenhe uma espiral com o lápis por todo o pedaço de bambu. A partir da espiral, faça as marcações de onde serão feitos os furos nos quais serão encaixados os espetinhos de bambu.

2) Com a furadeira, faça furos por todo o pedaço de bambu. Encaixe os espetinhos, atravessando o corpo do bambu. Corte os excessos com o estilete.

3) Encaixe o primeiro pedaço de cortiça na parte de baixo do bambu. Coloque as pedrinhas e/ou sementes e feche com o segundo pedaço de cortiça. O pau de chuva está pronto.

4) O som das pedrinhas batendo nos espetos lembra o barulho da chuva, daí o nome do instrumento.


Ele é tocado na troca de posição, ou seja: virando da posição vertical, passando pela horizontal e vice-versa, esperando a queda das sementes em seu interior..

Envie seu comentário

*Seu nome:
*E-mail (não será publicado):
Site (inclua o http://)
*Comentário:
*Preencha a resposta:
* campos obrigatórios. Os comentários
são mediados, portanto, aguarde
a liberação.

Comentários nesta matéria:

Seja o primeiro a comentar! Use o formulário ao lado e participe!






Desenvolvido por CarlosFilho.com2004 - 2010. Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. Um projeto da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge e Asjor.

Fotos e matérias podem ser distribuídas desde que citados os créditos da Agência de Notícias Cavaleiro de Jorge e do fotógrafo.